R. Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 229

cj.607  Ed. Health Place  04544-000
V. Nova Conceição, São Paulo, SP, Brasil

DRA. SANDRA NOGUEIRA

Desintoxicar para Nutrir

Tel: +55 (11) 3045-7888 contato@drasandranogueira.com.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2019 Dra. Sandra Nogueira. Criado por Gabriella Turbiani.

Detox Alimentar

A Terapia de Detox Alimentar baseia-se no Higienismo:  

- alimentos crus, bem combinados entre si 

- ar puro e banhos de sol diários 

- atividade física moderada

- atitude mental positiva 

 

Do inglês "Natural Hygiene", é, por definição, uma ciência de saúde que respeita os processos físicos e químicos que regem o funcionamento do corpo humano, mantendo ativo seu poder de construção e regeneração.

Para os higienistas, todas as doenças se resumem numa só: a toxemia. Toxemia é o "resultado do acúmulo excessivo de toxinas no sangue", vindo principalmente da alimentação inadequada, que impede o corpo de se livrar dos venenos produzidos nos processos bioquímicos.

No Higienismo, aquilo que se chama de "doença" é a tentativa emergencial do corpo de se livrar das toxinas quando elas passam do limite tolerável.

Um câncer, por exemplo, seria a última e desesperada tentativa do organismo de lidar com toxinas acumuladas durante anos de maus hábitos, restringindo a crise a um órgão ou sistema. 

 

O higienismo prevê também uma mudança alimentar. São cinco os princípios básicos:

- comer 70% dos alimentos crus;

- combinar os alimentos corretamente;

- respeitar as etapas do processo digestivo, com os horários de funcionamento do organismo;

- evitar ou eliminar comidas que produzam toxinas;
- não se alimentar em excesso.

 

O 1º diz que 70% da dieta deve ser constituída de vegetais crus. Isso porque esses alimentos são ricos em enzimas e nutrientes, que começam a morrer quando os aquecemos, a partir de 40 graus. Para os higienistas, algo de vital se perde com o cozimento, por isso eles o evitam ao máximo. 

 

O 2º princípio é saber combinar os alimentos. No higienismo, frutas são ingeridas separadamente, no mínimo meia hora antes das refeições, tomando-se o cuidado de não misturar frutas doces com ácidas. Carboidratos (batata, mandioca, arroz, macarrão e pão integrais) nunca são servidos junto com proteínas (carnes, leite e derivados)  
Isso porque as proteínas são digeridas em meio ácido, enquanto os carboidratos são digeridos em ambiente alcalino". Misturá-los fará o sistema digestivo secretar substâncias ácidas e alcalinas, que se anulam quimicamente, fazendo com que o bolo alimentar demore para ser digerido, fermentando carboidratos, apodrecendo proteínas e produzindo mais toxinas. 

Já as saladas, são digeridas em qualquer meio, portanto vão bem com praticamente tudo, exceto frutas. Assim, a refeição higienista é composta de uma farta salada e mais uma proteína ou um carboidrato. 

O 3º mandamento higienista propõe os melhores horários:

- das 04:00 às 12:00hs: eliminação das toxinas (somente frutas e líquidos)

- das 12:00 às 20:00hs: digestão e absorção dos alimentos (almoço e jantar combinados)

- das 20:00 às 04:00hs: regeneração das células (somente líquidos) 

 

O 4º conceito enfatiza a importância de se trocar os alimentos acidificantes (industrializados) pelos alimentos alcalinizantes (naturais), evitando a produção e acúmulo de toxinas.

 

E o 5º preceito é evitar os excessos, que prejudicam a absorção do intestino, a metabolização do fígado e a eliminação dos rins, sobrecarregando todo o organismo.